terça-feira, 15 de maio de 2012

Pastrami



Não sei se vocês conhecem essa iguaria culinária que é o pastrami.
O pastrami é uma carne magra, curada e muito temperada e se popularizou nos Estados Unidos, mas no período que passei na Itália se encontrava facilmente. é um processo demorado preparar o Pastrami e essa semana estou empenhada nesta produção.
Geralmente a carne que se utiliza para fazer o pastrami é o peito do boi, mais especificamente o miolo do peito. Em seguida vem o processo da salga da carne. Você deve preparar uma salmoura com os temperos de sua preferência e deixar a carne mergulhada nela por aproximadamente de 1 a 3 semanas, dependendo do tamanho da peça de carne.
Passado esse período é importante tirar a carne da salmoura e deixa-la secar, de preferência na geladeira, para evitar qualquer bactéria, e é nesse ponto da produção que eu me encontro no momento.
O próximo passo, e mais complicado, sera defumar a carne. Como não possuo um defumador, tenho pesquisado bastante a respeito de como fazer isso na churrasqueira ou no forno a gás.
Amanha começo o processo de defumação que optei por fazer na churrasqueira usando madeira de arvores frutíferas como a figueira e goiabeira que possuo na minha casa.
Então, aguardem o próximo post para saberem como ficou meu pastrami. Espero que fique delicioso, pois não vejo a hora de fazer um delicioso sanduíche de pastrami...

5 comentários:

Anônimo disse...

Amei!!!!! To com fome!!!!!

Joel Marrafon disse...

Anne bom dia !!

Teria como voce passar a receita deste pastrami ??

Anônimo disse...

Obrigado por tão importantes dicas para o preparo desta rara iguaria! Quanto à defumação em churrasqueira, descobri ser possível fechando totalmente a "janela" com alguma tampa grande, e o restante é usar o pó de serra de madeira de frutíferas. Meu amigo já fez várias peças assim na casa dele.
Vou testar!!! Muito agradecido.
Dr. Carlos Eduardo

Anônimo disse...

Aliás, como ficou esta sua primeira investida caseira?

Anônimo disse...

Mas não tem dica alguma!!!! Nem uma sequer!!! Onde está o artigo sobre Pastrami?